Espera Interminável

Esperei!
Esperei por você.
Esperei ansiosamente…

Esperei como uma mãe
Prestes a dar a luz;
Esperei como um cãozinho
Espera a volta de seu dono.
Incontroláveis 24, 48, 72 horas… Esperei por você.

Ainda espero!
Ainda espero por você

Ainda espero como um floricultor
Anseia pelo desabrochar de uma linda rosa;
Ainda espero, como um compositor
Anela pelo último acorde de uma composição.

Continue reading

Labirintos

Eu em mim sou minha prisão.
Um labirinto de vidro e ilusão.
Mas ser real é sair da redoma,
Quebrar o vidro e exibir os cortes.
Mas ainda tenho porões escuros
Que nunca ousei limpar…
Tirar a poeira é mexer em feridas antigas
E para mim sempre foi dolorido
Pensar até o fundo das coisas.
Mas chega de pensamentos adormecidos!
É loucura sonhar
Nesse tamanho silêncio… Sozinha. Continue reading